TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner


Potranca do Haras Alves Teixeira proporcionou

milésima vitória ao treinador Leonardo J.Reis

Sem tomar conhecimento de seus poderosos adversários, a talentosa potranca CHERRY DOLLAR (Fêmea, Castanha, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Billion Dollar e Xuxa Blade por Blade Prospector), criada por seu proprietário, o Haras Alves Teixeira, dominou a edição 2021 do tradicional Grande Prêmio Adhemar e Roberto Gabizo de Faria (Grupo III – R$ 18.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 6.363,64, ao dono do animal vencedor) – para animais de 3 anos e mais idade –, um dos destaques da programação de Domingo, 19 de Setembro, no Jockey Club Brasileiro.

Tranquilamente pilotada pelo excelente José Aparecido, a preciosa neta de Blade Prospector, que havia deixado ótima impressão em sua vitoriosa estréia nas pistas, no final de Agosto, novamente largou e acabou! Rapidamente ocupando relevante posição entre os melhores velocistas do país, CHERRY DOLLAR seguiu para o disco com 1 corpo e meio de vantagem sobre o competente Nantucket (5.Tiger Heart), de empolgante performance. O belo potro Lomar (3.Forestry), também em boa corrida, cruzou o disco no terceiro lugar. O quarto posto pertenceu ao experiente Malvado Favorito (6.Mellon Martini), deixando I Believe That (4.Put It Back) na quinta colocação. Fora do marcador, arremataram: Overath (favorito, produziu abaixo do esperado) e Henry Fonda.

Festejando nesta prova o milésimo êxito de sua carreira, o brilhante treinador Leonardo J.Reis é quem responde pelo preparo da invicta CHERRY DOLLAR, que cravou o tempo de 55s29s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

CHERRY DOLLAR: Magnífica corredora obteve

expressiva conquista entre os velocistas!


 

PLANETÁRIO, O GRANDE ASTRO ENTRE OS POTROS!

Dom, 19 de Setembro de 2021 20:39

Defensor do Stud Red Rafa incluiu seu nome na

galeria de vencedores do Clássico Ghadeer (L.)

Quarto colocado, em meados de Agosto, no renomado Grande Prêmio Presidente da República (G.I), o brilhante potro PLANETÁRIO (Macho, Castanho, 3 anos, de São Paulo – Il Doge e Aerosfera por Crimson Tide), criado por seu proprietário, o Stud Red Rafa, não poderia ter reaparecido de melhor maneira. Domingo, dia 19 de Setembro, o neto de Crimson Tide confirmou o seu favoritismo ao erguer o troféu do Clássico Ghadeer 2021 (Listed Race – R$ 12.000,00) – para animais de 3 anos –, disputado no percurso de 2.000 metros, em pista de grama pesada, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea.

Precisamente guiado pelo ótimo Waldomiro Blandi – destaque do dia com três conquistas, sendo duas nobres –, o descendente do invicto garanhão nacional Il Doge (2011.Cape Town), após permanecer em quarto durante o início da carreira, avançou com firmeza nos 200 metros finais para atingir o estrelato, seguindo para o espelho com 3 corpos e meio de vantagem sobre o qualificado Impiedoso (3.Universal Law), que ficou com a formação da Dupla. O terceiro posto pertenceu a Sugar Daddy (3.Wild Event). Sweet Baby James (3.Put It Back) concluiu sua apresentação em quarto, deixando Don I Ask (3.Wild Event) no complemento do placar remunerado. Depois, finalizaram: Italianni, Dragster, Jumping Flight, Aznavour e Jackal. Online não foi apresentado.

O mestre Luiz Esteves (CT) é quem responde pelo treinamento do ganhador, PLANETÁRIO, que triunfou na esfera clássica pela primeira vez. 2m01s38s foi o tempo do páreo.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

PLANETÁRIO foi amplamente superior

nos dois quilômetros gramados


 

De ponta à ponta, filho de Hendrix brilhou na P.E.Santarém 2021

Esbanjando força e velocidade, o belo fundista NOTÁVEL (Macho, Castanho, 5 anos, do Rio Grande do Sul – Hendrix e Pretty Doll por Redattore), de criação e propriedade do Haras Nacional, falou mais alto na edição 2021 da Prova Especial Santarém (R$ 10.000,00) – para animais de 4 anos e mais idade, sendo a sexta etapa da Taça Quati –, realizada Domingo, dia 19 de Setembro, na distância de 2.500 metros, em pista de grama pesada, com cerca móvel, do Jockey Club Brasileiro.

Com o qualificado Waldomiro Blandi preciso em seu dorso, o neto do inesquecível garanhão Redattore assumiu a dianteira momentos após a largada, ditando o ritmo da competição. Mesmo muito pressionado e esmorecendo na hora da verdade, NOTÁVEL teve a garra necessária para livrar mínima diferença no espelho sobre o insistente Olympic Impact (6.Redattore), que sofreu incrível derrota. Retornando às longas distâncias, o participativo Mas Que Nada (5.First American), finalizou em um elogiável terceiro lugar. O experiente Or Noir (7.Soldier Of Fortune), em sua provável despedida das pistas, ultrapassou o espelho em quarto, deixando Notorious (4.Put It Back) no complemento do placar remunerado. Em seguida, terminaram: Índigo Guerreiro, Quick Feet, Zubin Mehta, Nero D´Avola e Full do Jaguaretê.

Este foi o primeiro triunfo nobre do vencedor, NOTÁVEL, que recebe o qualificado treinamento do competente Jayme M.B.Aragão (CT). Os cronômetros foram travados na marca de 2m35s10s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

NOTÁVEL deixou sua marca na sexta etapa da Taça Quati


 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner