TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Home Notícias Os cavalos correm na contramão da crise

Os cavalos correm na contramão da crise

Em 2 anos de atividade no Brasil, PMU investe no aumento do

volume de apostas e no estímulo aos hipódromos nacionais.

 

Pelo segundo ano consecutivo, o Movimento Geral de Apostas (MGA) realizado pelo Jockey Club Brasileiro (JCB), em parceria com a PMU Brasil, registrou crescimento em relação ao ano anterior. Em 2017, foram R$ 218 milhões, um crescimento de 12% em relação a 2016, quando foram movimentados R$ 195 milhões.

Desde o início da parceria entre PMU Brasil e JCB, em dezembro de 2015, a empresa francesa, que é a maior do segmento de apostas hípicas na França, realizou um investimento direto de R$ 40 milhões na operação no Brasil e já no primeiro ano do projeto, conseguiu reverter a trajetória de 13% de queda do mercado de 2013 a 2015 para um crescimento de 2% no MGA em 2016. 

A PMU chegou ao país com a missão de ajudar no desenvolvimento da atividade de turfe, trazendo a experiência do seu modelo de sucesso na França, que gera 10 bilhões de euros anuais em apostas em 13 mil pontos de vendas. O resultado líquido de 800 milhões de euros é totalmente revertido para as 59 associações que organizam corridas em 242 hipódromos ativos, gerando 180 mil empregos diretos.


Expansão da rede e da oferta

A rede de agentes credenciados JCB/PMU foi renovada e chegou a 114 pontos de venda (PDV), 92 apenas no Rio de Janeiro, no fim de 2017. O número representa mais que o dobro do existente em 2015 e responde por 65% do MGA.

O movimento de apostas pela internet cresceu 50% em dois anos. Em 2017, representou 20% do Movimento Geral. Um novo site de apostas facilitou a visualização da programação do dia e abriu espaço para o conteúdo especializado, com o blog Baliza1.

Em relação à oferta, a empresa investiu para trazer os melhores hipódromos americanos e franceses em pedra única, firmando contrato com as principais operadoras internacionais. Em 2017, foram, aproximadamente, 10 mil páreos em mais de 170 hipódromos , com um MGA de  R$ 43 milhões.


Grande Prêmio Brasil de Turfe

O plano de investimentos previsto para 2017também chegou ao Grande Prêmio Brasil de Turfe, realizado anualmente, no Hipódromo da Gávea. Cerca de R$ 700 mil foram investidos na divulgação do maior e mais importante prêmio do puro sangue inglês no Brasil, o que contribuiu para levar 16 mil pessoas ao Hipódromo da Gávea, maior público em 10 anos, e um crescimento de 37% no MGA (R$ 7 milhões) na semana do GP.


Incentivo aos Hipódromos Nacionais

Desde o início da parceria, um dos principais objetivos da PMU tem sido incentivar o turfe brasileiro. Em 2016, foi implementado um projeto onde a PMU investiu mais de R$ 1 milhão na realização de reuniões-teste em 3 hipódromos nacionais: Jockey Club do Paraná, Jockey Club de Pelotas e Jockey Club de Pernambuco.

Os investimentos realizados nas reuniões em Curitiba, por exemplo, foram fundamentais para a retomada do calendário paranaense, que hoje oferece 2 corridas por mês. A expectativa é estabelecer um calendário nacional sólido, integrando os grandes centros do turfe nacional.


Perspectivas para 2018

Em 2018, a PMU Brasil espera ajudar a fortalecer e consolidar o mercado nacional de apostas hípicas. Para isso, o objetivo é ampliar a rede de pontos de venda abrindo 120 novos agentes credenciados em todo o Brasil. A previsão é investir R$ 10 milhões na operação, e obter um crescimento de MGA de 20%. 

Já no primeiro semestre, serão feitos investimentos em patrocínios como o do Campeonato Carioca de Futebol, boletins em rádio e conteúdo em programa esportivo em televisão aberta.

(Fonte: PMU BRASIL)

Compartilhe

 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner