TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner


Home Artigos
Artigos

ESPETACULAR JANELLE MONAE SE TORNA A SEXTA TRÍPLICE COROADA DO TURFE CARIOCA

No GP Zélia Gonzaga Peixoto de Castro 2021 (G.I), invicta

representante do Haras Santa Rita da Serra repetiu os feitos das

sensacionais Indian Chris, Virginie, Be Fair, Old Tune e No Regrets

O Domingo, 11 de Abril de 2021, entrou para a História do Turfe nacional. O Hipódromo da Gávea, que infelizmente não pôde receber público devido ao agravamento da pandemia do novo Coronavírus, foi o cenário do mais recente espetáculo da fantástica JANELLE MONAE (Fêmea, Castanha, 3 anos, do Paraná – Agnes Gold e Just Lucky por Spend A Buck) – de criação e propriedade do Haras Santa Rita da Serra –, que se tornou a sexta Tríplice Coroada do Rio de Janeiro, igualando os feitos das magníficas Indian Chris (Ghadeer), Virginie (Legal Case), Be Fair (Fast Gold), Old Tune (Wild Event) e No Regrets (Fluke).

A neta do memorável garanhão Spend A Buck chegou a esse patamar estelar ao confirmar seu amplo favoritismo nos 2.400 metros (grama macia) do importante Grande Prêmio Zélia Gonzaga Peixoto de Castro 2021 (Grupo I – R$ 30.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 21.818,20, ao dono da vencedora) – para fêmeas de 3 anos, sendo a terceira e última etapa da Tríplice Coroa. Perfeitamente dirigida pelo ótimo Henderson Fernandes, que a manteve em quarto durante o início da competição, JANELLE MONAE ganhou terreno na altura dos 200 metros finais para tomar conta do primeiro lugar, seguindo para o disco com 1 corpo de vantagem sobre a valente Zarabatana (3.Agnes Gold), que vendeu caro a derrota. A bela Non Merci (3.Agnes Gold) ultrapassou o espelho no terceiro posto. Já Idle Ways (3.Put It Back) e The Sister (3.Agnes Gold) terminaram empatadas na quarta colocação. Depois, finalizaram: I Believe In Magic, Reza A Lenda, Costa Azzurra, Zanda, Glória do Capitão, Olympic Karen e Joatinga.

Invicta nas pistas através de quatro apresentações – e tudo isso no curto intervalo de tempo de três meses, em distâncias que variaram dos 1.300 aos 2.400 metros –, a fantástica JANELLE MONAE é treinada pelo não menos incrível Luiz Esteves (CT). A mais nova Tríplice Coroada do Turfe brasileiro travou os cronômetros na marca de 2m26s14s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

Aplausos para JANELLE MONAE, a nova Rainha do Brasil!

 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner