TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


RIO DE JANEIRO. Principal atração da programação de Domingo, 23 de Março, no Jockey Club Brasileiro, o Clássico Orsenigo 2019 (Listed Race – R$ 20.000,00) – para animais de 2 anos e mais idade –, foi tranquilamente vencido pela talentosa velocista Isola Di Fiori (4.Pioneering e Trefiori por Flatter), criada pelo Haras Palmerini e pertencente ao HARAS DO MORRO.

Contando com uma direção tecnicamente perfeita de Acedenir Gulart, a descendente de Pioneering, mantida em terceiro durante o início da competição, ganhou terreno nos 200 metros finais para obter o segundo êxito nobre de sua campanha, livrando pouco menos de 2 corpos de vantagem sobre o valente Efetivo Bull (4.Benny The Bull), de destacada performance. A veloz Lauren (4.Good Reward), outra que teve ativa participação na carreira, cruzou o disco no terceiro lugar. Middle Fast (5.Crimson Tide) chegou em quarto, com Faça Melhor (4.Wild Event) no complemento do marcador. Depois, terminaram: Cometa Karlo, Ouro Preto e Voando Sorrindo (decepcionou).

O qualificado Zenílton Barbosa (CT) é quem responde pelo treinamento da ganhadora, Isola Di Fiori, que gastou 56s73s para percorrer o quilômetro gramado, em raia pesada, do Hipódromo da Gávea.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

Qualidade de ISOLA DI FIORI fez a diferença entre os velocistas


 

PORTO ALEGRE. Disputado Sexta-feira, dia 22, no percurso de 2.000 metros, em pista de areia macia, do Hipódromo do Cristal, o importante Grande Prêmio Presidente Coronel Caminha 2019 (Listed Race Regional – R$ 6.000,00) – para machos de 3 anos, sendo a segunda prova da Tríplice Coroa Gaúcha de potros –, teve como vencedor o qualificado corredor Tuerredda (3.Drosselmeyer e Honey Mustard por Ghadeer), criado pelo Stud P C e pertencente ao “Turfman” Alberto J.Tiellet Miorim.

Habilmente guiado pelo competente Rogério Arias, o neto do memorável garanhão Ghadeer, após permanecer no pelotão intermediário durante o começo da competição, ingressou na luta pela vitória ao adentrar a reta final. Impulsionado por seu piloto, Tuerredda evoluiu intensamente por junto à cerca interna para tomar conta do primeiro lugar quando restavam 150 metros parta o espelho, ultrapassando-o com cerca de 2 corpos de vantagem sobre o favorito e até então candidato à Tríplice Coroa, Sangue Missioneiro (3.Bold Start), que procurou vender caro a derrota. A terceira posição ficou com o eficiente Gulf Watch (3.Watchmon). Obinophone (3.Public Purse) terminou em quarto, deixando Apaixonado Thunder (3.Desejado Thunder) no complemento do marcador. Em seguida, terminaram: Qaral, Fogo Supremo e Odin.

Carinhosamente preparado pelo qualificado Luciano Arias, o campeão, Tuerredda, que obteve a primeira vitória clássica de sua campanha, registrou a marca de 2m16s2/10s.

FOTO: Hermes Martins – TURFE ON-LINE

TUERREDDA atropelou forte por junto à cerca interna

para garantir a mais importante vitória de sua campanha


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner