TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Descendente de Put It Back brincou de correr na

Copa A.B.C.P.C.C. Clássica Matias Machline 2020 (G.I)

Ponto alto da reunião de Sábado, 27 de Junho, no Jockey Club de São Paulo, a Copa A.B.C.P.C.C. Clássica Matias Machline 2020 (Grupo I – R$ 129.233,51 + valor “ADDED”, de R$ 49.696,97, ao dono do animal vencedor) – para animais de 3 anos e mais idade –, foi facilmente vencida pelo craque PIMPER´S PARADISE (Macho, Castanho, 4 anos, do Rio Grande do Sul – Put It Back e Bye Bye Caroline por Roi Normand), criado por seu proprietário, o Haras Doce Vale – também ganhador desta prova em 2019 com Or Noir (5.Soldier Of Fortune).

Tranquilamente guiado pelo ótimo Wesley S.Cardoso – que o manteve vigiando os ponteiros durante o início da carreira –, o neto do memorável garanhão Roi Normand não encontrou dificuldades para assumir a ponta quando restavam 400 metros para o final. Em autêntico galope de saúde, PIMPER´S PARADISE chegou ao disco com pouco menos de 6 corpos de vantagem sobre o competente Mstraubarry (4.T.H.Approval), que, em performance elogiável, garantiu o vice-campeonato. A terceira posição pertenceu a Olympic Impact (4.Redattore). Noblesse You (3.T.H.Approval) ultrapassou o espelho em quarto, deixando Head Office (3.Wild Event) no complemento do placar remunerado. Logo após, terminaram: Campelanda, Eron do Jaguaretê, Hassan, Rasgado de Birigui e Bavaro Beach.

Brilhantemente preparado pelo mestre Venâncio Nahid (CT-RJ), o campeão, PIMPER´S PARADISE, gastou 2m01s506s para percorrer os 2.000 metros, em pista de grama pesada, do Hipódromo de Cidade Jardim.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

PIMPER´S PARADISE: Pensionista de

Venâncio Nahid (CT-RJ) deu show na pista paulista!


 

Sem dificuldades, pensionista de Olivo Zantedeschi (PR)

brilhou intensamente no GP J.Adhemar de Almeida Prado (G.I)

O fantástico potro DASHING COURT (Macho, Castanho, 2 anos, do Paraná – Courtier e Alta Floresta por Teton Forest), criado por seu proprietário, o Haras Cima, não tomou conhecimento dos adversários que enfrentou na edição 2020 do Grande Prêmio João Adhemar de Almeida Prado/Taça de Prata (Grupo I – R$ 65.062,39 + valor “ADDED”, de R$ 19.393,94, ao dono do vencedor) – para machos de 2 anos –, disputado Sábado, dia 27, no percurso de 1.600 metros, em pista de grama pesada, do Hipódromo de Cidade Jardim.

Comandado com precisão pelo qualificado Vicente S.Paiva, o brilhante descendente de Courtier não encontrou dificuldades para confirmar seu amplo favoritismo. Ponteiro desde a largada, DASHING COURT “saiu tirando” na reta de chegada, garantindo 7 corpos e meio de vantagem sobre o atropelador Oberyn (2.Salto), que ficou com a formação da Dupla. O belo Novo Sol (2.Agnes Gold) cruzou o disco na terceira posição. Zabar´s (2.Redattore) chegou em quarto, deixando Ripped Jeans (2.Wild Event) no complemento do placar remunerado. A seguir, finalizaram: Jobster e Ultimate Warrior.

Muito bem preparado, no Paraná, pelo cuidadoso Olivo Zantedeschi, o craque DASHING COURT, invicto nas pistas através de cinco apresentações – todas na esfera clássica, incluindo duas provas de Grupo I –, registrou a marca de 1m37s161s.

FOTO: Porfírio Menezes – Hipódromo de Cidade Jardim

DASHING COURT: Filho de Courtier voltou a encantar os Turfistas brasileiros


 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner