TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


Defensor do HARAS DO MORRO superou adversários

de peso na principal prova do calendário clássico nacional

Domingo, dia 10 de Junho, o Jockey Club Brasileiro foi o cenário da realização do importantíssimo Grande Prêmio Brasil 2018 (Grupo I – R$ 300.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 145.454,64, ao dono do animal vencedor), para produtos de 3 anos e mais idade. Quem levou a melhor nos 2.400 metros, em pista de grama pesada, da principal prova do calendário clássico nacional, foi o precioso potro Quarteto de Cordas (Macho, Castanho, 3 anos, de São Paulo – Rock Of Gibraltar e New Hampshire por Punk), de criação do Beverly Hills Stud e propriedade do HARAS DO MORRO.

Muito bem comandado pelo jovem Luan S.Machado – que conquistou o primeiro Grupo I de sua carreira –, o descendente de Rock Of Gibraltar acompanhou boa parte da carreira na sétima posição, indo em busca do sucesso na reta final. Impulsionado por seu piloto, Quarteto de Cordas travou belíssimo duelo com o valente Arrocha (3.Pounced), que chegou a dar impressão de vitória sob o comando do Recordista Mundial, Jorge Ricardo. Após muito pressionar, o neto de Punk conseguiu livrar, no espelho, um pescoço de vantagem sobre seu maior rival, que perdeu carreira incrível. O atropelador Or Noir (3.Soldier Of Fortune) chegou próximo na terceira posição. Olimpo (3.Redattore) cruzou o disco em quarto, deixando a fêmea Easiest Way (4.Adriano) no complemento do placar remunerado. Depois, finalizaram: Orange Box, Sammy, Fantastic Boy, Euquemando, Emperor Roderic, Quiron, Silence Is Gold, Fortune Danz, El Zorro, Last Hope, First Fighter, Fitzwilly, Olympic Hollywood e Deep End. Um contratempo, sofrido dias antes, tirou Céu de Brigadeiro da prova.

Impecavelmente treinado pelo brilhante Luiz Esteves (CT) – campeão desta prova em 2017, com Voador Magee (2013.Roderic O´Connor) –, o vencedor, Quarteto de Cordas, que está classificado para defender o Brasil na importante Breeders´Cup Turf 2018 (G.I), marcado para o dia 3 de Novembro, no Hipódromo americano de Churchill Downs, no Kentucky, registrou a marca de 2m30s76s.

FOTO: Bárbara F.Rodrigues – TURFE ON-LINE

Com seu êxito marcante, QUARTETO DE CORDAS (por fora)

entrou para História do GP Brasil!


 

Neta de Lode se sobressaiu nos dois quilômetros

gramados desta importante competição

A talentosa potranca Fanciful (Fêmea, Castanha, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Wild Event e French Riviera por Lode), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Santa Maria, levou a melhor na edição 2018 do Grande Prêmio Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (Grupo I – R$ 70.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 21.818,20, ao dono da vencedora) – para fêmeas de 3 anos e mais idade –, disputado Sábado, dia 9, na distância de 2.000 metros, em pista de grama pesada, do Jockey Club Brasileiro.

Com o habilidoso Valdinei Gil preciso em seu dorso, a neta de Lode, mantida no pelotão intermediário durante o início da carreira, arrancou duro, nos 300 metros finais, para conquistar o terceiro título de sua campanha, livrando pouco mais de 1 corpo de vantagem sobre a qualificada Per-Piacere (3.Plenty Of Kicks), de empolgante performance. A terceira posição pertenceu a Ordinary Love (3.Ay Caramba). Ever So Clever (4.Wild Event) chegou em quarto, com a veloz La Vie En Rose (4.Nedawi), a preferida dos apostadores, na quinta colocação, provavelmente reprovando a pista pesada. Depois, terminaram: Pop Grua, Colombina e Pixilim. Lemans não competiu.

Perfeitamente treinada pelo cuidadoso Christiano Oliveira (CT), a vencedora, Fanciful, completou a prova na marca de 2m06s13s.

FOTO: Bárbara F.Rodrigues – TURFE ON-LINE

Éguas não resistiram ao talento de FANFICUL!


 

De ponta à ponta, filho de Shanghai Bobby

brilhou no Quilômetro Internacional Carioca

Novo fenômeno brasileiro de velocidade, o potro Habile Bobby (Macho, Castanho, 2 anos, do Rio Grande do Sul – Shanghai Bobby e Habile Bianca por Mastro Lorenzo), criado pelo Haras Di Cellius e que defende os interesses do “Turfman” Jamil Name, manteve-se invicto nas pistas ao erguer o troféu do Quilômetro Internacional do Grande Prêmio Major Suckow (Grupo I – R$ 70.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 26.666,68, ao dono do ganhador) – para animais de 2 anos e mais idade –, que aconteceu Sábado, dia 9, nos 1.000 metros gramados, em pista pesada, do Hipódromo da Gávea.

Com o talentoso Waldomiro Blandi perfeito em seu dorso, o descendente de Shanghai Bobby – vencedor do Turfe Paranaense, no Tarumã; e da Prova Especial Haffers, em Cidade Jardim –, assumiu a dianteira momentos após a largada e assim veio para o disco, garantindo meio corpo de vantagem no espelho sobre o atropelador Voando Sorrindo (3.Voando Baixo), de destacada atuação. Efetivo Bull (3.Benny The Bull) outro que correu muito, finalizou próximo no terceiro lugar. O participativo Schweinsteiger (4.Tiger Heart) chegou em quarto, deixando o potro Ghoul (2.Put It Back) no complemento do marcador. A seguir, finalizaram: Essential Lord, Kapoor, Consul American, Super Rapha, Pensando Em Grana e Cometa Karlo.

O competente Marcos Decki, que atua no Paraná, apresentou o campeão, Habile Bobby, no auge de sua forma física. Os cronômetros foram travados na marca de 56s86s.

FOTO: Bárbara F.Rodrigues – TURFE ON-LINE

HABILE BOBBY encantou os turfistas na

principal prova de velocidade do país!


 

Neto de memorável garanhão Roi Normand

foi superior no Criterium de Dois Anos

Domingo, dia 10, o Hipódromo da Gávea foi o cenário da disputa do Grande Prêmio Jockey Club Brasileiro (Grupo I – R$ 70.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 33.939,42, ao dono do animal vencedor) – para machos da Geração 2015, sendo o Criterium de Dois Anos.

Com extrema autoridade, o competente potro Inforcer (Macho, Castanho, 2 anos, do Rio Grande do Sul – Shanghai Bobby e Eggendorf por Roi Normand), de criação do Haras Guayçara e propriedade do Stud Best Friends, surpreendeu a maioria dos Turfistas ao levantar a taça.

Perfeitamente dirigido pelo eficiente Marcelo Gonçalves, o descendente de Shanghai Bobby, que encerrou as apostas como o maior azar do páreo, acompanhou o princípio da carreira em nono, aguardando a reta de chegada para evoluir. Impulsionado por seu piloto, Inforcer atropelou com violência nos 200 metros finais para conquistar o primeiro triunfo de sua campanha, superando seus treze adversários por pouco mais de 3 corpos de vantagem. Em forte atropelada, o qualificado Memory Of Love (2.Shanghai Bobby) cruzou o disco no segundo lugar. Danish Flyer (2.Discreet Cat), também em bela performance, obteve a terceira colocação. Lamartine (2.Shanghai Bobby) finalizou em quarto, deixando George Washington (2.Redattore) no quinto posto. Logo após, finalizaram: Taksim, Quick Hillie, Agassi, Stylish, Garbo Talks, Black Cello, Olympic Ipswich, Bobby Secret e Marumby.

Novo líder entre os potros da Geração 2015 no Rio de Janeiro, o campeão, Inforcer, que gastou 1m36s97s para percorrer os 1.600 metros, em pista de grama pesada, do Hipódromo da Gávea, é treinado pelo qualificado Ildefonso Coelho de Souza (CT).

FOTO: Bárbara F.Rodrigues – TURFE ON-LINE

Estrela de INFORCER brilhou intensamente no Criterium dos Dois Anos!


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner