TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Home Artigos Geral O CÉU É O LIMITE PARA DASHING COURT!

O CÉU É O LIMITE PARA DASHING COURT!

Defensor do Haras Cima larga e acaba no GP Juliano Martins 2020 (G.I)

De ponta à ponta e com extrema facilidade, o brilhante potro DASHING COURT (Macho, Castanho, 2 anos, do Paraná – Courtier e Alta Floresta por Teton Forest), criado por seu proprietário, o Haras Cima, sagrou-se campeão da edição 2020 do importante Grande Prêmio Juliano Martins (Grupo I – R$ 30.000,00) – para machos de 2 anos – que aconteceu Sábado, 30 de Maio, no Hipódromo de Cidade Jardim.

Seguramente guiado pelo habilidoso Vicente S.Paiva, o neto de Teton Forest não encontrou obstáculos para ditar o ritmo da carreira. Ao adentrar a reta final, DASHING COURT tratou de despedir-se dos adversários, chegando ao espelho com pouco menos de 3 corpos de vantagem sobre o até então líder invicto Izzi Bizzi (2.Put It Back), de elogiável performance. O eficiente Zabar´s (2.Redattore) obteve a terceira posição. Jobster (2.First American) chegou em quarto, deixando Duck Dancer (2.Agnes Gold) no complemento do placar remunerado. A seguir, terminaram: Chez Eux, Full do Jaguaretê, Chevre D´Or, Lacostte e Seawind. Nordland não competiu.

Impecavelmente treinado, no Paraná, pelo qualificado Olivo Zantedeschi, o campeão, DASHING COURT, que está invicto nas pistas em quatro apresentações – eliminatória e final do Grande Prêmio Turfe Gaúcho; o Clássico Presidente Herculano de Freitas (L.) e esta –, registrou a marca de 1m27s350s.

FOTO: Porfírio Menezes – Jockey Club de São Paulo

Craque DASHING COURT assumiu, com todos

os méritos, a liderança paulista da Geração 2017

Compartilhe

 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner

Banner
Banner