TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Home Artigos Geral POR DIFERENÇA DE CABEÇA, NÃO DÁ MAIS GARANTE O TROFÉU DO GP J.ADHEMAR DE ALMEIDA PRADO (G.I)

POR DIFERENÇA DE CABEÇA, NÃO DÁ MAIS GARANTE O TROFÉU DO GP J.ADHEMAR DE ALMEIDA PRADO (G.I)

Pilotado de André Luiz Silva levou a melhor

na versão potros da Taça de Prata 2019

Em final de tirar o fôlego, o talentoso corredor NÃO DÁ MAIS (Macho, Castanho, 3 anos, de São Paulo – T.H.Approval e Espetacular por Pitu da Guanabara), criado por seu proprietário, o Haras Phillipson, ficou com o troféu do renomado Grande Prêmio J.Adhemar de Almeida Prado (Grupo I – R$ 65.106,95 + valor “ADDED”, de R$ 32.000,00, ao dono do animal vencedor) – para machos de 3 anos, sendo a versão Potros da Taça de Prata –, ocorrida Sábado, dia 3, no percurso de 1.600 metros, em pista de grama leve, do Hipódromo de Cidade Jardim.

Contando com qualificada orientação do excelente André Luiz Silva, o descendente de T.H.Approval assumiu a dianteira momentos após a largada, ditando o ritmo da competição. Mesmo muito pressionado na hora da verdade, NÃO DÁ MAIS teve forças para livrar uma cabeça de vantagem no espelho sobre o insistente Olympic Jolteon (3.Elmustanser), que vendeu caro a derrota. O atropelador Bien Sureño (3.First American), outro que teve elogiável desempenho na carreira, cruzou o disco na terceira posição. Ucayali (3.Forestry) terminou em quarto, deixando Baita Blade (3.Drosselmeyer) no complemento do placar remunerado. A seguir, finalizaram: Hector Gold, Vacheron, No Sound, Campelanda, Bavaro Beach e Mente Brilhante.

Carinhosamente preparado, em Campinas, pelo talentoso Afonso F.Barbosa, o campeão, NÃO DÁ MAIS, que triunfou na esfera clássica pela segunda vez – ambas em Grupo I –, marcou o tempo de 1m33s936s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

NÃO DÁ MAIS: Superioridade da partida à chegada!

Compartilhe

 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner